Se você é empreendedor, atua na área comercial de alguma empresa ou é
autônomo, sabe que a tarefa de “converter” prospects em clientes é bastante
árdua e, muitas vezes, frustrante. Por isso, é preciso se preparar antes de
colocar a cara pra bater, disparar aquela leva de e-mails ou gastar sola de
sapato por aí.

Ao longo de 10 anos como empresária, foram muitos os artifícios e técnicas
utilizadas para prospectar de maneira eficaz. Por isso, sei que é preciso se
preparar emocionalmente (sim, é preciso estar confiante) e estrategicamente.
Afinal, guerra é guerra e ninguém vai pra batalha sem uma boa strategy, não
é mesmo?!

1. Elabore um bom discurso:

O primeiro dever de casa antes de se lançar no mercado é: elabore uma
narrativa simples e direta capaz de explicar, em poucas palavras, o que você
faz. Em seguida, deixe claro como e quais problemas você é capaz de
resolver para o seu potencial cliente. Se possível, apresente cases de
sucesso e, de preferência, de empresas ou perfis similares, para que haja
uma identificação imediata entre o prospect e o seu serviço.

2. Pesquisa funil:

Dependendo da área que você atua ou do serviço que você oferece, é
possível pesquisar potenciais clientes na internet. Uma dica que eu dou é:
organize por etapas e vá refinando a pesquisa.
Exemplo: Defina o setor que você irá buscar e depois o porte da empresa
(Startup, pequena, média, grande ou S.A.). Listadas as empresas, identifique
em qual setor a pessoa que te contrataria está inserida (marketing, compras,
administrativo, etc). Assim, ao entrar em contato com a empresa você já pode
ir direto em quem te interessa, em vez de perder tempo buscando o
profissional da área que não irá te ouvir ou sequer entender o que você está
oferecendo.

3. Ative seu networking:

Seja sem medo e sem vergonha!!

Sabe aquele colega de faculdade que ficou perdido no tempo, o conhecido do
bar, aquela prima distante, os vizinhos… todos podem ser um potencial
contato para um grande cliente. Então, primeiro de tudo: DIGA A TODOS O
QUE VOCÊ FAZ! Só assim, eles poderão lembrar de você ou indicar você
para alguém.

Use e abuse das redes sociais e nessa o LinkedIn é a nave mãe.
Aí você pensa: – Ah! Mas aí você me quebra, Clarisse. Não sei usar o
LinkedIn.

Então, pra resolver os seus problemas CORRA e faça ur-gen-te-men-te o
workshop ou curso dos craques @edu costa e @Elis Monteiro!
**Essa foi a dica bônus supervaliosa pra quem leu até aqui** 😉

P.S: Na minha caminhada profissional de 16 anos, essa foi a melhor e mais
efetiva estratégia de todas!!

4. Bonificação:

Confesso já de cara que essa não é a estratégia mais utilizada por mim, mas
quando necessário lanço mão dela e sempre colho alguns bons frutos por aí.
Por isso, dependendo da área em que você atue, pode ser mais ou menos
efetiva.

Então, vamos lá! Estabelecido o valor do seu serviço, e aí você já sabe:
preço não é definido do nada, uma boa planilha em excel é o melhor amigo
para te dizer quanto você deve cobrar (rs), determine um percentual de
bonificação atraente e viável para você oferecer às pessoas que te indicarem
clientes.

5%, 10%, 15%, 20%… depois que a sua planilha te responder essa equação,
articule aqueles contatos que você levantou na dica 3 e mãos à obra.
Transforme seus conhecidos e amigos em parceiros e multiplicadores do seu
negócio.

Ah! Não esqueça também da dica número 1: quanto mais claro e objetivo for
o seu discurso de venda, mais fácil será para outros venderem você também!

5. Vá pra guerra:

Finalmente chegou a hora! Discurso na ponta da língua, aquele ppt lindo que
você fez durante 1 semana, uma lista de contatos sem fim e…?
Lembra daquele item superimportante que eu mencionei no começo do
texto? CON-FI-AN-ÇA.
Vista-se dela dos pés até a ponta do cabelo e acredite que você é capaz.
Afinal de contas, você não chegou até aqui à toa!!


Clarisse Grand Court – especialista em construção e posicionamento de
marca | conteúdo estratégico – Sócia diretora na Priorité Comunicação.